Perguntas Frequentes

Como nosso serviço funciona

Basta você anexar uma foto/arquivo da multa recebida, informar seus dados cadastrais e no prazo de 48 horas você receberá em seu e-mail um orçamento completo para o seu caso.


Nossos preços variam de acordo com o prazo e a necessidade do cliente, pode você ter seu recurso administrativo exclusivo nos prazos de 1 (um) dia útil, 3 (três) dias úteis ou 5 (cinco) dias úteis.


Aprovado o orçamento, nossa equipe iniciará a confecção de seu recurso administrativo exclusivo e mandará para você pronto.


Dentre os serviços oferecidos temos além da confecção da sua defesa administrativa, temos também a possibilidade de nossa equipe protocolar/enviar o recurso junto ao órgão autuador.

Como recorrer de uma multa

O CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito é o Órgão Responsável pela Política Nacional de Trânsito e diante da Resolução 299/08 estabelece quais os procedimentos, dados, prazos e documentos necessários para a realização de uma defesa prévia e recurso administrativo de trânsito.


Em resumo, é necessário primeiramente observar qual recurso será feito, se Defesa Prévia ou Recurso Administrativo. Tal escolha é feita de acordo com a “multa” recebida, se esta ainda está em fase de Auto de Notificação ou se já uma Infração de Trânsito.


Após a escolha do recurso a ser utilizado, deve-se confeccionar o recurso qual deve contenher todas as informações, dados e alegações de defesa. Recurso feito, há uma serie de documentos que devem acompanha-lo.


Recurso feito, documentação anexa, cabe a você leva-lo junto ao órgão que lhe autuou ou então envia-lo ao órgão via os Correios.


Após todos esses procedimentos, cabe a você aguardar o resultado do julgamento do seu recurso administrativo, que em caso de indeferimento é possível ainda, recorrer a uma instância superior, no caso o CETRAN.


Como pode se verificar, fazer um recurso administrativo pode se tornar algo desgastante se não tiver experiência. Por essa razão o Rei da Multa, vem para auxiliar e facilitar a sua vida em relação as infrações de trânsito.

Por que recorrer de uma multa

Toda infração de trânsito (multa) recebida, não implica somente em fatores financeiros para você. Quando infringida quaisquer uma das infrações o proprietário do veículo recebe um auto de notificação e indicação do condutor (oportunidade onde o proprietário do veiculo pode indicar quem de fato estava conduzindo o veiculo no momento do cometimento da infração), visto as infrações estão divididas entre leve (03 pontos), média (04 pontos), grave (05 pontos) e gravíssimas (07 pontos).


Levando em consideração o artigo 26 do CTB – Código de Trânsito Brasileiro, haverá a penalidade de SUSPENSÃO do direito de dirigir quando uma pessoa atingir 20 pontos na sua carteira.


Ocorre que no mundo em que vivemos atualmente a falta da carteira de motorista é um grande complicador em nossas vidas, e uma pessoa que utiliza da sua CNH – Carteira Nacional de Habilitação diariamente está sujeita ao cometimento das infrações de trânsito.


Quando feito um recurso administrativo da multa recebida, em caso de deferimento, essa pontuação tornasse invalida e não será computada, diminuindo assim as chances do motorista ter sua CNH suspendida ou então até mesmo cassada.


Além dos condutores terem de ficar atentos quanto a sua pontuação na CNH, tem-se também que se preocupar com o cometimento das infrações, pois algumas implicam na instauração de um processo administrativo, que pode resultar na suspensão ou até mesmo a cassação da sua CNH, , como por exemplo Dirigir sob a influência de álcool, Recursar o teste do bafômetro, Realizar manobra perigosa, entre outras.


Desta forma, o motivo pelo qual é viável a realização do recurso administrativo é prevenção de ter sua CNH suspensa ou até mesmo cassada.

 Formulário de Interesse

captcha